Critérios

Critérios do Programa Geneplus Embrapa de Avaliação de Touros Jovens – ATJPLUS

Introdução:

A ideia de avaliar e difundir com agilidade a genética de animais jovens e promissores foi desenvolvida no início da década de 1990, com pioneirismo, pela Embrapa Gado de Corte, com a implantação do Programa de Avaliação de Touros Jovens – ATJ. Desde a sua criação este Programa foi baseado em parceria com criadores e centrais de inseminação, Universidades e a ABCZ. A estratégia deste programa consistia em identificar touros jovens promissores e promover, via inseminação artificial, a intensa utilização dos mesmos em rebanhos parceiros garantindo rápido e significativo aumento do número de suas progênies. Isto tornaria seus resultados mais acurados na avaliação genética, aumentando a segurança do criador em investir naqueles touros jovens que se provassem melhoradores. Além de contribuir para a redução do intervalo de geração devido ao maior uso de touros jovens, o ATJ possibilitou a ampliação da oferta de novas opções de touros aos criadores, o que trouxe significativos ganhos em variabilidade genética.

Requisitos e opções para ingressar no ATJPLUS:

Há duas alternativas para a pré-seleção e indicação de animais para ingresso no Programa Geneplus Embrapa de Avaliação de Touros Jovens – ATJPLUS, a saber:

1ª. Indicação do Técnico responsável pelo acompanhamento da propriedade

Nesta opção, as condições e requisitos são:

  1. Machos oriundos de inseminação artificial (IA) ou monta natural (MN) com idade máxima de 22 meses tendo como referência a data de início da prova;
  2. Índice de Qualificação Genética (IQG) até 3% e positivo (abaixo de 50%) para as características que compõem o IQG, conforme resultados da avaliação genética mais recente, no momento da indicação para o Programa ATJPlus;
  3. Avaliação de Conformação Frigorífica dentro do respectivo grupo de contemporâneos com nota cinco ou seis à desmama, e ao sobreano;
  4. Registro Genealógico de Nascimento (RGN) emitido pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ);
  5. Recomenda-se que os animais indicados sejam encaminhados para Prova de Avaliação de Desempenho (PAD) na Embrapa Gado de Corte para coleta de fenótipos e preparação para o Dia de Campo de Encerramento, onde será realizada a escolha e apresentação dos ATJPlus da safra em avaliação para o mercado;
  6. Animais indicados que não possam participar da PAD, na Embrapa Gado de Corte, e consequentemente do evento de escolha dos ATJPlus, poderão ser avaliados através de filmagem feita em alta qualidade.

2ª. Prova de Avaliação de Desempenho (PAD) na Embrapa Gado de Corte

Nesta opção, as condições e requisitos são:

  1. Machos oriundos de fertilização in vitro (FIV), IA ou MN com idade máxima de 22 meses, tendo como referência a data de início da prova;
  2. Índice de Qualificação Genética (IQG) até 3% e positivo (abaixo de 50%) para as características que compõem o IQG, conforme resultados da avaliação genética mais recente, no momento da indicação para o Programa ATJPlus;
  3. Avaliação de Conformação Frigorífica dentro do respectivo grupo de contemporâneos com nota cinco ou seis à desmama e ao sobreano;
  4. Ao final da prova, além da eficiência alimentar, ganho de peso diário e peso ao final da prova, serão também avaliadas as características de perímetro escrotal, área de olho de lombo e espessura de gordura subcutânea. Adicionalmente, será realizado exame andrológico;
  5. Os animais serão ordenados pelo Índice da Prova e dentre os classificados como Elite Plus, com base neste índice, serão indicados como candidatos ao ATJPlus, sendo encaminhados ao Dia de Campo para escolha do ATJPlus conjuntamente com os touros indicados pela alternativa 1.
  6. Registro Genealógico de Nascimento (RGN) emitido pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ).
  7. Poderão participar animais indicados que participaram de Prova de eficiência alimentar fora Embrapa Gado de Corte e que atendam os requisitos acima enumerados.

Comissão de Técnicos para Indicação dos Candidatos a Touros Jovens:

Para a composição definitiva da bateria de touros jovens a serem testados, os animais pré-selecionados de acordo com as opções e requisitos acima descritos serão vistoriados, por uma comissão composta por cinco Técnicos do Programa Geneplus, sendo dois componentes indicados pela Coordenação do Programa e três indicados pelo corpo de técnicos, excluindo-se, nesta etapa, o Técnico responsável pela indicação original.  Será considerado eleito como ATJPlus o indivíduo que tiver ao menos três votos favoráveis.

Scroll Up